Informação profissional para a agricultura portuguesa

John Deere, CNH Industrial e AGCO Corporation melhoram as suas previsões para este ano

01/09/2021
foto
A maioria das fábricas estão no limite da sua capacidade.

As vendas de maquinaria agrícola estão a crescer em quase todo o mundo. Isso mesmo demonstram os resultados apresentados por três das principais multinacionais do setor.

Deere & Company. O rendimento líquido de 1.667 milhões de dólares para no terceiro trimestre, que terminou a 1 de Agosto de 2021 (5,32 dólares por ação), em comparação com o rendimento líquido de 811 milhões (2,57 dólares/ação) correspondente ao terceiro trimestre do ano anterior, que findou a 2 de agosto de 2020. Nos primeiros nove meses do ano fiscal de 2021, o rendimento líquido atribuído à Deere & Company foi de 4.680 milhões de dólares (14,86 dólares/ação), em comparação com os 1.993 milhões ($/ação), no mesmo período do ano passado. As vendas e receitas líquidas mundiais aumentaram 27% para 32.697 milhões de dólares nos primeiros nove meses do ano.

A margem operacional da divisão de maquinaria é de 19% e demonstra uma execução sólida face aos desafios da cadeia de fornecimento. A orientação das receitas para todo o exercício financeiro aumenta para um intervalo de 5,7 milhões de dólares a 5,9 milhões de dólares, refletindo condições de mercado sólidas. Os investimentos estratégicos reforçam o foco da empresa na entrega de maior valor ao cliente.

CNH Industrial (New Holland, Case IH, STEYR, etc.). Lucro líquido de 1.098 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, em comparação com os 285 milhões de euros no mesmo período em 2020, valores que representam um recorde. As receitas consolidadas em 30 de junho ascendiam a 16,4 milhões de euros (+48% anualmente ). A divisão de Agricultura melhorou as vendas em 56,2% no segundo trimestre para 3.970 milhões de euros.

O grupo atualizou a sua previsão para este ano, elevando as vendas líquidas entre 24 e 28%, numa base anual, e o fluxo de caixa livre positivo para mais de 1.000 milhões de euros. Tudo isto num período em que foi lançada a primeira fase de redesenho da sua organização interna e em que anunciou a aquisição da Raven Industries, uma operação ambiciosa com a qual pretende expandir as suas capacidades na agricultura de precisão.

AGCO Corporation (Fendt, Valtra, Massey Ferguson, etc.). Encerrou o segundo trimestre com vendas de aproximadamente 2,9 milhões de dólares, o que representa 43,5% mais do que no mesmo período do ano passado. O rendimento líquido declarado foi de 3,73 dólares por ação (0,93 dólares em abril-junho de 2020) e o rendimento líquido ajustado, que exclui encargos de reestruturação e encargos fiscais, foi de 2,88 dólares por ação (1,11 dólares).

Com uma carteira de encomendas significativamente maior do que no ano passado, a multinacional também melhora a sua previsão para 2021, com vendas líquidas na ordem dos 11.300 milhões de dólares a 11.500 milhões de dólares. Está a trabalhar para assegurar que os maiores volumes de vendas e produção, bem como iniciativas de redução de custos, produzam melhores margens brutas e operacionais. Os ganhos por ação para este ano estão estimados em aproximadamente 9,50 dólares.

Jaba: tradução 4.0ADP FertilizantesAgrogarante - Sociedade de Garantia Mútua, S.A.ConsulaiChaparro Agrícola e Industrial, S.L.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial