Informação profissional para a agricultura portuguesa

Agricultura europeia deve adaptar-se aos novos agricultores emergentes - estudo

21/06/2022
O Parlamento Europeu publicou o estudo 'O Futuro do Modelo de Agricultura Europeu - Implicações socioeconómicas e territoriais da diminuição do número de explorações e agricultores da UE'.
Imagen
O documento, pedido pela AGRI Committee - Comissão da Agricultura e Desenvolvimento Rural, dá a conhecer uma realidade que não é nova: a constatação do declínio no número de explorações agrícolas em toda a União Europeia.
O estudo analisa igualmente as alterações no setor agrícola nos últimos anos e conclui, entre outros pontos, que quase todas as regiões da UE estão passar por mudanças estruturais de longo prazo, assistindo-se a um aumento constante no tamanho médio das explorações, uma concentração da produção em explorações agrícolas maiores, e em menor número, que representa uma diminuição na UE-27, entre 2003 e 2016, de cerca de 15 para 10 milhões de explorações.
Para lidar com esta realidade e promover a sustentabilidade e resiliência, de acordo com o estudo, o modelo agrícola europeu deve adaptar-se para incluir diversos perfis de agricultores emergentes; apesar do seu impacto relativamente fraco nas estruturas, este deve ser endossado por uma política e objetivos claros e explícitos, e medidas para se adaptar a uma maior diversidade nos perfis de agricultores atuais e emergentes.

NEWSLETTERS

  • Newsletter Agriterra

    10/07/2024

  • Newsletter Agriterra

    03/07/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial