Os controladores de nivel
Informação profissional para a agricultura portuguesa

A importância do mapeamento da condutividade elétrica aparente (CEa) do solo à instalação da cultura

TERRAPRO

30/05/2024

O dimensionamento dos sistemas de rega e drenagem, as mobilizações de solo, a aplicação de fertilizantes e outros, não só assumem um impacto relevante no equilíbrio ambiental, como têm impacto direto no “bolso” do agricultor.

Uma das formas mais eficazes de avaliar a variabilidade do solo é através do mapeamento da Condutividade Elétrica Aparente (CEa).

O mapeamento da CEa, conjuntamente com o levantamento de perfis e análises do solo, permite de uma forma mais eficiente:

· Apoiar à decisão na instalação de culturas:

1. Definir zonas com diferentes operações culturais à instalação;

2. Adaptabilidade das variedades por zonas;

3. Adaptação do sistema de rega e drenagem;

4. Correções de solos e fertilizações de fundo (à instalação) diferenciadas;

· Identificar zonas para a recolha de amostras ou definição de locais de monitorização;

· Fornecer dados de informação relevante para aplicações diferenciadas.

O trabalho de mapeamento de CEa é realizado com um sensor sem contato com o solo. Após análise dos dados são criados mapas de CEa e mapas relacionados com a altimetria (modelo digital do terreno, zonas de acumulação de água, mapas de exposição solar, de declives, etc.) e feito o cruzamento de toda essa informação.

Uma vez estabelecida a variabilidade do solo é essencial a recolha de amostras de solos para análise, conjuntamente com o levantamento de perfis.

Exemplo de uma parcela de 120hectares para a instalação de um Olival

Figura 1 – Mapa da CEa, zonas de acumulação de água e locais de análises
Figura 1 – Mapa da CEa, zonas de acumulação de água e locais de análises.

Na fig.1 temos uma parcela com alguma variabilidade na CEa (vermelho são as zonas de CEa mais elevadas e verde as mais baixas), onde foram selecionados dez locais de amostragem.

Verifica-se que nesta parcela as zonas de acumulação de água representam áreas de CEa mais baixa, o que significa que a drenagem está a funcionar e é necessário “respeitar” as estruturas existentes.

Também existe uma relação com a textura, sendo que nas zonas de CEa mais elevada é onde encontramos percentagens de areia menores (e de argila maiores), ao contrário das zonas verdes, onde a percentagem de areia é superior.

Sendo assim o desenho de rega deverá estar relacionado com a textura sendo que as zonas de CEa vermelha são zonas com maior capacidade de retenção de água e as zonas verdes as com menor capacidade de retenção e água e problemas de lixiviação.

Figura 2 – Capacidade de retenção de água
Figura 2 – Capacidade de retenção de água.

Na fig.2 (mapa de capacidade de retenção de água), vemos que nas zonas azul escuro o sistema de rega deverá permitir aplicar maiores quantidades de água, com intervalo de rega superiores, e nas mais claras regas com menor quantidade de água e com maior periodicidade.

Adequar os turnos de rega a estas características gerais permitirá aumentar a eficiência da água e nutrientes aplicados e reduzir a heterogeneidade de desenvolvimento da cultura.

Em resumo, a elaboração do mapa de CEa do solo de uma parcela à instalação fornece muita informação útil para ajustar dimensionamento rega, infraestruturas de drenagem, escolha/distribuição de variedades, operações de preparação do solo e correções necessárias, antecipando e resolvendo à instalação muitos potenciais problemas (e custos) futuros da cultura.

REVISTAS

Exployo VitVI Forum

NEWSLETTERS

  • Newsletter Agriterra

    19/06/2024

  • Newsletter Agriterra

    12/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial