Os controladores de nivel
Informação profissional para a agricultura portuguesa
Alerta: DECO PROteste

Portugal desperdiçou mais de 840 milhões de euros de água tratada em 10 anos

27/05/2024
Até 2030, o sistema tem de recuperar as condutas envelhecidas e reduzir perdas de água, recomenda a editora.
Imagen

Em 2022, 162 milhões de metros cúbicos de água já tratada foi desperdiçada ao longo da rede de distribuição. Foram 88 milhões de euros de água não faturada num ano, e cerca de 840 milhões de euros em dez anos, revela a DECO PROteste.

Os dados têm como base na informação da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) de 2022, e serão publicados na edição de junho da revista DECO PROteste.

Com base na análise às perdas de água em Portugal, a DECO PROteste alerta para a necessidade urgente de reabilitação da infraestrutura de abastecimento de água a nível nacional, que está envelhecida e sujeita a aumentos de perdas de água e de falhas de abastecimento.

“É urgente investir num esforço contínuo para reabilitar as condutas e garantir uma rede de abastecimento de água mais renovada e eficiente”, considera Mariana Ludovino, porta-voz da DECO PROteste.

“Sabemos que o Plano Estratégico para o Abastecimento de Água e Gestão de Águas Residuais e Pluviais 2030, aprovado em fevereiro do ano passado, e que visa reduzir as perdas até 2030, já está a ser implementado. Mas é preciso acelerar para evitar as perdas – económicas e ambientais - que ainda se registam“, conclui.

62% dos municípios tem rede de abastecimento de água envelhecida

Dos 278 municípios de Portugal continental, 87 registaram aumentos e 161 redução nas perdas reais de água. Embora haja algumas melhorias, 20 municípios não forneceram informação ao regulador e ainda não existem dados que permitam a comparação entre 2022 e 2021 em 10 municípios.

Entre os 161 municípios cujas perdas de água diminuíram percentualmente face ao ano anterior, os cinco que mais se destacam são Alcácer do Sal, Cuba, Palmela, Penedono e Barreiro.

A própria rede de abastecimento de água encontra-se atualmente envelhecida em 62% dos municípios e 70% tem reabilitação insatisfatória ou não reabilitam condutas com mais de 10 anos. Entre os que mais reabilitam em termos percentuais, estão pequenos e médios concelhos, como Mora, no distrito de Évora, e Marinha Grande, mas também Amadora e Oeiras, Viana do Alentejo e Portalegre.

REVISTAS

VI ForumExployo Vit

NEWSLETTERS

  • Newsletter Agriterra

    19/06/2024

  • Newsletter Agriterra

    12/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.agriterra.pt

Agriterra - Informação profissional para a agricultura portuguesa

Estatuto Editorial